terça-feira, fevereiro 18

Vento

Em dias de vento a pele dela fugia do corpo dele. O perfume dela e o olfacto dele desencontravam-se. Os sentimentos pareciam pó, criando pequenos redemoinhos. 
Ela pareces o diabo e assombrava-o incessantemente. 

Sem comentários:

Enviar um comentário