sexta-feira, abril 25

Novo

Todas as manhãs eram diferentes.
Eram beijos novos, carícias e malícias diferentes de ontem.
Tudo era novo naquele amor velho.

1 comentário: