sábado, maio 31

Horas intermitentes #10

Talvez pode não ser nada.
Talvez pode ser muito.
Talvez é melhor que nada e, por vezes, melhor que tudo.
Talvez és tu e eu; na dúvida. E, enquanto duvidamos, amamo-nos sem dar a saber.

Sem comentários:

Enviar um comentário